sexta-feira, 4 de junho de 2010

Moda nos anos 2000


É a primeira década do século XXI, que por sua vez é o primeiro século do terceiro milénio.O ano 2000 protagoniza a era da globalização, e a moda adere aos tecidos de alta performance, que absorvem suor, mudam de cor e reflectem a luz. As possibilidades da moda tornam-se infinitas e cabe a cada um escolher o que mais combina com seu perfil. O jovem consolida-se como o grande formador de novos conceitos de moda.

Os anos 2000 e 2001 trouxeram os anos 80, com um feedback dos anos 50 para as vitrinas de todo o mundo. Sem mais décadas anteriores para
buscar referências, a moda encontra-se num beco sem saída, configurando a busca pelo novo, que permanece até a actualidade. O fato pode ser comprovado pelos inúmeros desfiles e concursos de moda, realizados a todo momento na busca por novidades.

Para os estilistas, é a grande chance de mostrar sua capacidade de criação. O consumidor está sedento por novidades.entram mais espaço para criar. No âmbito internacional, isso gerou um estilo brasileiro de produzir moda que cada vez mais conquista espaço no exterior.

O Jornal The New York Times publicou que 2000 foi o ano da moda brasileira. O estilismo nacional vive um momento bastante afirmativo no que diz respeito à identidade, criatividade, profissionalização e reconhecimento, tanto no país como fora dele.

Paralelo, a moda internacional, saturada, não mais se restringe ao circuito tradicional. Considerando uma coisa e outra, a chave do segredo pode estar em trilhar os indicadores mundiais, e a eles acrescentar uma mistura de tecidos, formas e doses generosas de sensualidade, cor e alegria, para obter ao final algo que seja a cara do país. Daí em diante, a moda estrangeira serviria tão somente como referência do que acontece lá fora

Nenhum comentário:

Postar um comentário